Posts

Baguete sem Glúten

Baguete maravilhosa, fininha e crocante, sem glúten! Você pode saborizar a massa e decorar com sementes. Fica uma delícia! Vamos fazer?

 

Meça e peneire:

 

1 1/2 xícara de farinha de arroz (210 g)

3/4 xícara de amido de milho (85 g)

1/4 xícara de polvilho azedo (30 g)

2 colheres (sopa) de açúcar (25 g)

1 colher (chá) de sal (4 g)

2 colheres (chá) de goma xantana (4 g)

1 colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo (10 g)

 

Faça um buraco no meio e acrescente os líquidos:

 

4 claras (100 g)

2 colheres (sopa) de óleo de girassol (30 g)

1 colher (sopa) de vinagre (30 g)

1 xícara de água “quentinha” (mais que morna) 220 g

 

Bata com a batedeira ou com uma colher, batendo vigorosamente. Deixe a massa crescer em local protegido do vento por aproximadamente 30 minutos. Quando estiver bem crescida, abaixe a massa com colher e coloque em manga de confeitar. Fica mais fácil para fazer as baguetes. Decore a gosto com gergelim, chia, alho e alecrim, etc. Deixe crescer mais um pouco e leve para assar em forno preaquecido, bem quente. Durante cerca de 35 minutos.

 

Assista ao vídeo para aprender direitinho:

 

 

Pão Doce de Canela (Cinnamon Rolls vegano sem glúten)

Esse pãozinho doce de canela dá um pouquinho mais de trabalho para fazer, mas eu garanto que vale a pena! Confira a receita e assista ao vídeo para não perder nenhum detalhe.

Em uma panela, dissolva em água fria e depois cozinhe por alguns minutos:

2/3 xícara de polvilho azedo (80 g) com 1 1/2 xícara de água (330 g)

Coloque em uma vasilha.

Bata no liquidificador:

1/2 xícara de castanha de caju (65 g)
2/3 xícara de açúcar demerara (120 g)

Coloque a farinha obtida no liquidificador sobre o mingau de polvilho azedo. Acrescente:

2 xícaras de Farinha Especial Chef Sandra (280 g)

Assista ao primeiro vídeo do meu canal.
https://www.youtube.com/watch?v=74H6pyqr0n4&t=48s
E mais:
1/4 xícara de óleo de girassol (32 g)
1/2 colher de chá de sal (2 g)
2 colheres (sopa) de fermento biológico seco instantâneo (20 g)Sove bem e deixe crescendo durante 1 hora.
Misture bem os ingredientes do recheio:
3 colheres (sopa) de óleo de girassol
2/3 xícara de açúcar mascavo (100 g)
2 colheres de sopa de canela (10 g)
Abra a massa em superfície bem enfarinhada com farinha especial. Não precisa sovar. Espalhe bem o recheio sobre a massa, enrole e corte e 12 fatias. Leve para crescer em forma untada com óleo e enfarinhada com farinha de arroz por aproximadamente 1 hora. Preaqueça o forno por 10 minutos a 230 graus. Asse durante cerca de 25 minutos ou até ficarem dourados. Pronto! Fica uma delícia!
https://www.youtube.com/watch?v=FMIi-Xg4T-E

Bolo de Aipim (macaxeira)

Bolo perfeito para o café da tarde, para receber as amigas, ou para saborear com uma xícara de chá. O Diego me auxiliou a preparar esse bolo. Ele é de Fortaleza, Ceará, e para ele esse bolo tem gosto de infância! Utilizamos os métodos tradicionais da confeitaria: fouet e ralador. Mas, nada impede que você aproveite as facilidades da vida moderna: processador e liquidificador. Fica pronto num instantinho! E você pode utilizar a mandioca branca ou amarela. Nós usamos açúcar demerara e óleo de girassol. Porém, pode substituir por aqueles que você está acostumada. Confira a receita:

Bata bem:

3 ovos grandes inteiros
1 1/4 xícara de açúcar (220 g)
1/4 xícara de óleo (60 ml)

Acrescente e misture delicadamente:

3  3/4 xícaras de aipim ralado cru (500 g)
50 g de coco ralado
200 ml de leite de coco
1/4 colher (chá) de sal

Leve para assar em forma redonda com buraco no meio, untada com óleo e enfarinhada com farinha de arroz. Forno preaquecido, bem quente, 230 graus por aproximadamente 50 minutos. Espere amornar para desenformar, senão pode quebrar. Fica uma delícia!

Confira o vídeo passo-a-passo:

 

Bolo de Chocolate Vegano

Bolo de Chocolate super-macio, sem glúten, sem leite e sem ovos, que parece um brownie. Fácil de fazer, é só misturar tudo com uma colher e levar para assar. Sempre recomendo peneirar os ingredientes secos, porque podem ter alguma impureza. Lembre-se que a xícara tem 240 ml. Recomendo assistir ao primeiro vídeo do meu canal para ver como utilizar as xícaras e colheres medidoras corretamente:
https://www.youtube.com/watch?v=74H6pyqr0n4&t=22s
Meça os ingredientes, misture bem (o fermento por último):
1 xícara de farinha de arroz
1 xícara de amido de milho
1xícara de açúcar demerara
1 xícara de chocolate 33%
1/3 xícara de óleo
1/4 colher de chá de sal
1 colher (chá) de açúcar de baunilha
1 xícara de água bem quente

2 colheres (chá) de fermento químico para bolo

Asse a 225 graus por aproximadamente 35 minutos. Desenforme depois que esfriar.

Cobertura:

1 xícara de açúcar de confeiteiro
3 colheres (sopa) de chocolate 33% cacau
1 colher (sopa) de óleo
2 colheres (sopa) de água bem quente

Misture tudo e jogue sobre o bolo. Coloque confeitos coloridos ou chocolate granulado. As crianças amam!

Assista ao vídeo passo-a-passo:

Torta de Maçã com Creme Vegana

Torta de maçã com creme e farofa, super-fácil de fazer! Na verdade, é um Crumble, sobremesa típica britânica. Aqui no Brasil nós acrescentamos o creme. Se você só tem sensibilidade ao glúten e não à lactose, pode acrescentar leite condensado e creme de leite ao creme. Eu dei um toque com alecrim, mas pode usar as especiarias tradicionais: canela, noz-moscada, baunilha… Confira as dicas da receita no final do vídeo.

 

Ingredientes da farofa:

 

200 g de aveia sem glúten

1 xícara de castanha-do-pará ou amêndoas (130 g)

(Pode substituir por coco ralado ou farinha de amêndoas)

3/4 (xícara) de açúcar demerara (130 g)

1/4 (xícara) de óleo de coco (50 g)

(Pode substituir pelo óleo que você tem em casa)

Alecrim a gosto (pode substituir por canela ou açúcar de baunilha)

1 pitada de sal

 

Modo de fazer a farofa:

 

Use farinha de aveia. Se você tem aveia em flocos em casa, é só bater no liquidificador. Bata as castanhas também, sem moer muito, porque é bom que fiquem uns pedacinhos de castanha na torta. Se usar açúcar demerara, é bom bater para incorporar melhor na farofa. Agora, é só misturar todos os ingredientes da farofa.

 

Creme:

200 ml de leite de coco

1 xícara de leite vegetal (240 ml)

3/4 (xícara) de açúcar (130 g)

1 colher (chá) de essência de baunilha (5 ml)

2 colheres (sopa) de amido de milho ou fécula de batata (30 ml)

Dissolvidas em 2 colheres (sopa) de água fria (30 ml)

 

Modo de fazer o creme:

Leve ao fogo os 4 primeiros ingredientes. Quando começar a ferver, acrescente a fécula de batata dissolvida na água fria e mexa sem parar para não empelotar. Cozinhe por 1 minuto para tirar o gosto de farinha crua. Coloque numa vasilha para esfriar.

 

Recheio:

2 maçãs grandes (eu usei fuji)

 

Modo de montar:

 

Unte e enfarinhe uma assadeira (eu usei uma assadeira redonda de 25 cm de diâmetro), coloque metade da farofa, o creme, a maçã picada em cubos, e a outra metade da farofa. Leve para assar por aproximadamente 35 minutos a 200 ºC, ou até ficar dourada. É divina essa sobremesa!

 

Confira a preparação no vídeo abaixo:

 

Pão para Hambúrguer sem Glúten, sem Leite, sem ovo!

Bata no liquidificador 1/2 xícara de linhaça (dourada ou marrom) até virar uma farinha (75 g). Coloque de molho em 2 1/2 xícaras de água bem quente por 20 minutos (550 g). Esse gel de linhaça substituirá os ovos.
Meça e peneire os ingredientes secos:
2 xícaras de farinha de arroz branca ou integral (250 g)
3/4 xícara de fécula de batata ou amido de milho (75 g)
3/4 xícara de polvilho azedo (85 g)
3 colheres de sopa de açúcar demerara (35 g)
1 1/2 colher (chá) de sal (6 g)
2 colheres de chá de goma xantana (4 g)
1 1/2 colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo (15 g)

Faça um buraco no meio e coloque os líquidos:

 

3 colheres (sopa) de óleo (35 g)
1 colher (sopa) de vinagre (12 g)
A linhaça que estava de molho

Bata bem com a batedeira com o batedor tipo gancho. Deixe a massa crescer por 20 minutos (coberta com pano) ou até que esteja bem crescida. Abaixe a massa com as mãos e faça 9 pãezinhos. Se você usar luvas de vinil e passar óleo, ficará mais fácil para modelar os pãezinhos. Eu coloquei os pãezinhos numa assadeira de 40 cm de diâmetro, mas pode usar uma de 35 cm que dá certo. Pincele com água e salpique gergelim branco com casca por cima. Deixe crescer por mais 20 minutos. Leve para assar em forno preaquecido por 45 minutos em forno bem quente (250 a 280 graus). Se gostar mais branquinhos os pães, retire antes. Agora, é só rechear do jeito que você mais gosta! Humm!…

Assista ao vídeo e aprenda a fazer hambúrguer vegano!

Pizza na Pedra sem Glúten

Massa fininha e crocante, você vai amar essa receita! Levei quase 2o anos para chegar a esse resultado. Comecei a criar minhas receitas no ano 2.000 e só nesse ano, 2.019, é que fiquei contente com o resultado de minhas pesquisas. E pode ser feita no forno a gás, no forno elétrico ou até mesmo na frigideira. De todas as maneiras fica gostosa, mas na pedra, no forno a lenha, fica maravilhosa! Convidei minha família para gravar esse vídeo, porque todos amam pizza. A cobertura fica a seu critério: com queijo de vaca, de búfala, de ovelha, ou vegano. Recheios você pode variar às dezenas. Doce também fica muito gostosa.

Anotei os ingredientes em gramas e em xícaras, caso você não tenha uma boa balança digital. Os valores são aproximados. No vídeo, fiz 4 vezes essa receita.

 

Ingredientes da massa:

 

250 g de farinha de arroz – 1 3/4 xícara
70 g de farinha de sarraceno – 1/2 xícara
80 g de fécula de batata – 3/4 xícara
15 g de psyllium – 3 colheres de sopa
20 g de flocos de amaranto – 3 colheres de sopa
8 g de fermento biológico seco instantâneo – 1 colher de sopa
4 g de sal marinho – 1 colher de chá
6 g de goma xantana – 2 colheres de chá
180 g de ovos – 3 ovos grandes ou 4 pequenos
60 ml de óleo – 1/4 xícara
150 g de água morna – 3/4 xícara

Você pode substituir a farinha de sarraceno por 40 g de polvilho doce (1/3 de xícara) e 30 g de polvilho azedo (1/4 de xícara). Também dá certo e fica um pouco mais crocante.Peneire os ingredientes secos, faça um buraco no meio e acrescente os líquidos. Amasse bem e deixe fermentar por 8 horas em saco plástico fechado. Abra a massa com farinha especial sem glúten (receita do meu primeiro vídeo) ou farinha de sarraceno. Pré-asse a massa, coloque molho, queijo muzarela e recheio a gosto. Fica divina!

 

Molho ao sugo:

Leve para cozinhar:

1 kg de tomates italianos bem maduros
1 cebola média
1 xícara de água
1 punhado de manjericão fresco

 

Adicione 1/2 colher (chá) sal no liquidificador, depois que os tomates estiverem cozidos. Bata bem e passe por uma peneira grossa. Pode acrescentar 1 colher (chá) de açúcar para diminuir a acidez dos tomates.

Assista o vídeo, quem sabe você se anima a abrir uma pizzaria sem glúten…

 

 

 

Broa de Sarraceno sem Glúten e sem Leite

Pensou numa broa que você comia quando era criança? Então, você achou a receita aqui.  Sem glúten, sem leite, crocante, com muitas sementinhas. Perfeita, redondinha, ótima para comer no café da manhã ou no lanche da tarde. Usei a farinha de trigo sarraceno da Gran Molino, que é bem fina e dá uma textura muito boa no pão. Essa receita é um tesouro!

 

Confira a receita:

 

Coloque 2 colheres de linhaça (20 g) de molho + 2 colheres de chia (20 g) com 1 xícara de água fervente (240 ml)  por 20 minutos

 

Peneire os ingredientes secos:

1 xícara de farinha de sarraceno (140 g)

1/2 xícara de fécula de batata (90 g)

1/2 xícara de polvilho azedo (60 g)

1 colher de chá de sal marinho (4 g)

2 colheres de sopa de açúcar mascavo ou melado (20 g)

1 colher de chá de goma xantana (2 g)

1 colher de sopa de fermento biológico seco instantâneo (10 g)

 

Misture bem os ingredientes secos com uma colher firme (a massa fica pesada), faça um buraco no meio e acrescente as sementes que estavam de molho. A água quente faz com que os grãos soltem uma espécie de gel, que dá liga e maciez na massa. Acrescente ainda:

3 ovos (150 g)

2 colheres de sopa de azeite ou óleo de girassol (30 ml)

1 colher de sopa de vinagre (15 ml)

 

Unte com óleo e enfarinhe com farinha de arroz uma assadeira. Com o auxílio de uma colher, dê um formato redondo à massa. Salpique gergelim cru com casca por cima enquanto a massa está úmida, para as sementes grudarem bem. Deixe crescer bem (durante cerca de 20 minutos, em local protegido do frio). Se estiver frio, deixe crescer 30 minutos.

Leve para assar em forno bem quente, cerca de 300 graus, durante 40 minutos. Preaqueça o forno 10 minutos antes. Se achar que está assando muito rápido, abaixe o fogo. Quando a broa estiver dourada, retire e coloque em aramado para esfriar. Essa broa é muito saborosa!

Conheça a farinha de trigo sarraceno: www.granmolino.com.br

 

Confira o vídeo passo-a-passo

 

 

Cuscuz de Milho

Quando acaba o pãozinho sem glúten para o café da manhã, você tem essa opção: cuscuz de milho sem glúten, sem leite e sem ovos. Muito gostoso! Fácil e rápido, você faz num instantinho! Pode fazer só com água e sal, ou colocar os temperos e ingredientes que mais gosta. Humm!…

 

Você vai precisar de:

2 xícaras de farinha para cuscuz

1 xícara de água

Meia cebola picada

1 tomate italiano picado

Coentro fresco picado (pode substituir por salsinha)

Queijo vegetal picado

Sal a gosto

 

Modo de fazer:

 

Misture bem todos os ingredientes com as mãos.

Leve para cozinhar durante cerca de 20 minutos na cuscuzeira.

Pronto! Confira o vídeo passo-a-passo, que gravei com o Diego, de Fortaleza, Ceará!

 

 

 

2 mil inscritos no YouTube

Eba! Saiu o vídeo comemorativo aos 2 mil inscritos no Youtube!

Além de uma receita de sal temperado você poderá conhecer meu trabalho artístico em óleo sobre tela e minha outra paixão: jardinagem! Nesse vídeo, apresento algumas telas estilo näif, onde eu retrato a vida simples no campo. Lavradores semeando no campo, mulheres colhendo flores, crianças brincando, animais no pasto, festas de São João… Na minha obra não tem ninguém triste, não! Todos estão felizes e celebrando a alegria de viver.

No dia 27 de outubro de 2017 mudamos para uma casa nova e pude realizar um sonho antigo: construir uma cozinha especial para o meu trabalho (na área de panificação e confeitaria sem glúten) e cuidar do jardim. Fiz um curso de paisagismo no Solar do Rosário e saiu um pequeno projeto. Fiz três estilos de jardim: na frente da casa, contemporâneo, no corredor lateral, rochoso, e nos fundos, cottage. Está faltando apenas concluir o teto verde, sobre a minha cozinha gourmet, que será um jardim oriental.

Quero deixar registrado meu agradecimento a você que acompanha meu trabalho, assistindo e compartilhando meus vídeos. Não deixe de se inscrever no YouTube! Gratidão para sempre!

 

Eventos

Nothing Found

Sorry, no posts matched your criteria