Pastel de Feira Vegano sem Glúten

Bateu a vontade de comer um pastel de feira, igual àquele que você comia antigamente, mas sem glúten e vegano? Então achou aqui! Uma receita maravilhosa, que eu levei quase 20 anos para desenvolver, e você recebeu de bandeja! rs rs rs Super-fácil de fazer, com ingredientes comuns que você sempre tem em casa. E ainda você poderá congelar a massa aberta por 4 meses! Já pensou que facilidade? Agora você já pode planejar aquele rodízio de pastel de feira para convidar os amigos. Congele as massas e prepare os recheios com antecedência. Quando os convidados chegarem, é só rechear rapidamente e fritar na hora. Os pasteis são mais saborosos quando servidos imediatamente após fritar.

Meça os ingredientes secos e reserve:

2 xícaras de Farinha Especial Chef Sandra (280 g)

Assista ao primeiro vídeo do Canal Chef Sandra Maciel no YouTube, mix de farinhas sem glúten.

1 colher de chá de sal (4 g)
1 colher (sopa) de açúcar (13 g)
1/2 colher (chá) de cúrcuma ou urucum (opcional)

Dissolva em água fria e cozinhe por alguns minutos:

1/2 xícara de polvilho doce (55 g)
Com 1 xícara de água (220 g)

Acrescente esse mingau aos ingredientes secos e mais:

1 colher (sopa) de cachaça (15 ml)
1/4 xícara de óleo de palma, palmiste ou óleo de coco (50 g)

Misture e sove bem todos os ingredientes. Não espere o mingau esfriar, porque fica mais fácil de incorporar os demais ingredientes. Se a massa estiver muito seca, acrescente um fio de óleo. Quando a massa estiver uniforme, é só abrir com rolo, cortar, rechear e fritar. O óleo não pode estar muito quente, senão queima. Coloque em papel absorvente para secar a gordura. Se você assar os pastéis, ficarão durinhos, parecendo biscoitos. Mas, se colocar doce no recheio, poderá comer como se fosse um biscoito. Sucesso na cozinha, e muitos pastéis gostosos pra você!

 

Assista ao vídeo passo-a-passo:

 

 

 

Nhoque de Batata Doce Vegano

Um prato leve, fácil de fazer e com ingredientes do dia-a-dia. Pode servir para a família ou para os amigos. Sem glúten, vegano, agrada a todos os paladares. Você vai fazer o maior sucesso! Nós usamos batata-doce roxa, mas você pode usar a batata inglesa, a batata-salsa (baroa) ou mandioca. Muito saboroso esse nhoque!

Você vai precisar de:

3 (xícaras) de batata-doce cozida e amassada
1 colher (sopa) de óleo
1 1/2 colher (chá) de sal
1/2 (xícara) de farinha de arroz
1/2 (xícara) de fécula e batata
Cozinhe 3 batatas-doces médias em panela de pressão com casca e sem sal. Cerca de 20 minutos ou até ficarem macias. Retire a casca e amasse. Pode usar um garfo, mas eu prefiro amassar com espremedor de batatas. Acrescente o sal e o óleo e misture bem. Acrescente as farinhas aos poucos. Observe o ponto da massa. Ela precisa soltar do fundo da vasilha e formar uma bola inteira. Talvez você não use toda a farinha (se a batata for seca ou se você tiver cozido no vapor) ou pode ser que precise mais farinha (se a batata for aguada).  Faça rolinhos e corte com faca. Agora é só cozinhar em água fervente com um pouco de sal e óleo. Espere os nhoques subirem e cozinharem um pouco. Coloque no escorredor e está pronto! É só servir com o seu molho preferido!
Assista ao vídeo e veja como é fácil de fazer!
https://www.youtube.com/watch?v=xsEBV6teE38

Pizza na Pedra sem Glúten

Massa fininha e crocante, você vai amar essa receita! Levei quase 2o anos para chegar a esse resultado. Comecei a criar minhas receitas no ano 2.000 e só nesse ano, 2.019, é que fiquei contente com o resultado de minhas pesquisas. E pode ser feita no forno a gás, no forno elétrico ou até mesmo na frigideira. De todas as maneiras fica gostosa, mas na pedra, no forno a lenha, fica maravilhosa! Convidei minha família para gravar esse vídeo, porque todos amam pizza. A cobertura fica a seu critério: com queijo de vaca, de búfala, de ovelha, ou vegano. Recheios você pode variar às dezenas. Doce também fica muito gostosa.

Anotei os ingredientes em gramas e em xícaras, caso você não tenha uma boa balança digital. Os valores são aproximados. No vídeo, fiz 4 vezes essa receita.

 

Ingredientes da massa:

 

250 g de farinha de arroz – 1 3/4 xícara
70 g de farinha de sarraceno – 1/2 xícara
80 g de fécula de batata – 3/4 xícara
15 g de psyllium – 3 colheres de sopa
20 g de flocos de amaranto – 3 colheres de sopa
8 g de fermento – 1 colher de sopa
4 g de sal marinho – 1 colher de chá
6 g de goma xantana – 2 colheres de chá
180 g de ovos – 3 ovos grandes ou 4 pequenos
60 ml de óleo – 1/4 xícara
150 g de água morna – 3/4 xícara

Você pode substituir a farinha de sarraceno por 40 g de polvilho doce (1/3 de xícara) e 30 g de polvilho azedo (1/4 de xícara). Também dá certo e fica um pouco mais crocante.Peneire os ingredientes secos, faça um buraco no meio e acrescente os líquidos. Amasse bem e deixe fermentar por 8 horas em saco plástico fechado. Abra a massa com farinha especial sem glúten (receita do meu primeiro vídeo) ou farinha de sarraceno. Pré-asse a massa, coloque molho, queijo muzarela e recheio a gosto. Fica divina!

 

Molho ao sugo:

Leve para cozinhar:

1 kg de tomates italianos bem maduros
1 cebola média
1 xícara de água
1 punhado de manjericão fresco

 

Adicione 1/2 colher (chá) sal no liquidificador, depois que os tomates estiverem cozidos. Bata bem e passe por uma peneira grossa. Pode acrescentar 1 colher (chá) de açúcar para diminuir a acidez dos tomates.

Assista o vídeo, quem sabe você se anima a abrir uma pizzaria sem glúten…

 

 

 

Macarrão sem Glúten e sem Ovos

Macio, soltinho, esse talharim vai fazer o maior sucesso no seu jantar. Prepare o molho de sua preferência e cozinhe o macarrão na hora de servir, porque ele fica pronto super-rápido! Use sua criatividade e mude o formato do macarrão, ou use essa massa para fazer lasanha, rondelli, canelone, e o que mais desejar. Confira a receita:

Meça e peneire:

2 xícaras de farinha de sarraceno
1 xícara de fécula de batata
1 colher de chá de sal

Misture bem e acrescente:

2 colheres (chá) de goma xantana

Faça um buraco no meio, coloque os líquidos e misture bem:

3 colheres de sopa de azeite
1 xícara de água morna

Abra a massa com auxílio do rolo e corte em formato de talharim.

Se quiser usar ora-pro-nóbis para enriquecer a massa, bata 1 xícara (40 g) de folhas frescas com a água morna da receita no liquidificador. Depois, é só seguir a receita normalmente.

Confira o vídeo: