Granola

Granola fácil de fazer, crocante e saborosa! O mais bacana é que você acrescentar ou retirar ingredientes que você tem sensibilidade. Pode substituir o mel por melado e ficará vegana. Pode usar no recheio de bolos, comer com leite, iogurte, sorvete, ou simplesmente, comer pura, que é como meu filho Filipe gosta.

 

Meça e junte todos os ingredientes:

 

2 xícaras de aveia em flocos grossos
3 xícaras de farinha de milho biju
3 xícaras de flocos de arroz
1 xícara de girassol
1/2  xícara de gergelim
1/2 xícara de linhaça
1/2 xícara de chia
1/2 xícara de coco ralado
1 xícara de castanha-do-pará picada grosseiramente
2 colheres de chá de canela
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de açúcar de baunilha
1/2 xícara de mel ou melado

 

Misture bem com as mãos e leve para assar por 1:30 h em fogo mínimo, em duas assadeiras grandes. É muito importante que você mexa de 15 em 15 minutos a mistura para que não queime. Quando estiver dourada, desligue o forno e acrescente:

1 xícara de banana-passa cortada em rodelas
2 xícaras de uva-passa preta ou branca

 

Coloque novamente no forno e deixe esfriar a granola dentro do forno. Pronto! Agora é só guardar em pote de plástico ou vidro bem fechado. Rende 1,5 kg e dura mais de 4 meses! Confira o vídeo passoa-a-passo:

 

 

Macarrão sem Glúten e sem Ovos

Macio, soltinho, esse talharim vai fazer o maior sucesso no seu jantar. Prepare o molho de sua preferência e cozinhe o macarrão na hora de servir, porque ele fica pronto super-rápido! Use sua criatividade e mude o formato do macarrão, ou use essa massa para fazer lasanha, rondelli, canelone, e o que mais desejar. Confira a receita:

Meça e peneire:

2 xícaras de farinha de sarraceno
1 xícara de fécula de batata
1 colher de chá de sal

Misture bem e acrescente:

2 colheres (chá) de goma xantana

Faça um buraco no meio, coloque os líquidos e misture bem:

3 colheres de sopa de azeite
1 xícara de água morna

Abra a massa com auxílio do rolo e corte em formato de talharim.

Se quiser usar ora-pro-nóbis para enriquecer a massa, bata 1 xícara (40 g) de folhas frescas com a água morna da receita no liquidificador. Depois, é só seguir a receita normalmente.

Confira o vídeo:

 

 

 

 

Pão de Batata sem Glúten e sem Leite

Se você encontrar em sua cidade batata desidratada em flocos, ótimo! É super prática, só colocar na água e já se transforma num purê! Mas, se não encontrar, faça uma xícara de purê de batatas, com pouca água, do cozimento mesmo. Pode substituir por batata-doce, batata-salsa ou mandioquinha, fica bem gostoso!

 

Modo de fazer:

 

Coloque 1/2 xícara de batata desidratada em flocos de molho em 1 xícara de água fria por 15 minutos

Meça e peneire:

1 xícara de farinha de arroz

1/2 xícara de polvilho doce

1/2 xícara de polvilho azedo

1 colher de sopa de fermento biológico seco instantâneo

2 colheres de sopa de açúcar demerara

2 colheres de chá de goma xantana

1 colher de chá de sal

 

Misture bem os ingredientes secos, faça um buraco no meio e acrescente:

 

Os flocos de batata que estavam de molho

2 colheres de sopa de óleo

1 colher de sopa de vinagre

2 ovos grandes ou 3 pequenos

+ 1 xícara de água morna

 

Bata bem com batedeira ou à mão, vigorosamente. Coloque em uma forma grande para pão, untada com óleo e enfarinhada com farinha de arroz. Deixe crescer durante 20 minutos ou até que esteja bem crescido. Leve para assar em forno preaquecido a 300º. Se o seu forno for muito bom, pode assar a 250º. Pães sem glúten com tubérculos exigem forno bem quente! Após 45 minutos, se estiver bem dourado, retire imediatamente da forma e leve em aramado para esfriar. Não abra quente porque pode embatumar. Fica uma delícia esse pão, é super-macio! Confira o vídeo passo-a-passo:

 

 

Pastel de Feira sem Glúten

Às vezes não bate aquela vontade terrível de comer um pastel de feira, e não acha sem glúten para comprar?

Acabou-se o problema: faça essa receita e nunca mais passará vontade de comer pastel de feira!

Meça e peneire os ingredientes secos:

1  ¾ (xícara) de farinha de arroz
½ de fécula de batata
1/3 de polvilho doce
3 colheres (sopa) de polvilho azedo
3 colheres (sopa) de amaranto em flocos
3 colheres (sopa) de psyllium
1 colher (chá) de sal marinho
1 colher (chá) de goma xantana
1 colher (chá) de CMC
1 colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo

Misture bem, faça um buraco no meio e acrescente:

2 colheres (sopa) de cachaça¼ (xícara) de óleo de girassol
3 ovos na xícara (complete até 240 ml com água morna)
1/4 xícara de água “quentinha”  (antes do ponto de fervura)

Misture tudo rapidinho e sove.
Deixe repousar de 8 a 12 horas em temperatura ambiente, num saco plástico bem fechado.

Abra com auxílio do rolo em superfície enfarinhada com farinha especial Chef Sandra.

Corte no formato desejado, recheie a gosto, pincele as bordas com água e aperte com garfo. Frite em óleo de girassol.

Coloque para secar em papel absorvente e sirva em seguida.

Gente, fica divino!

Confira vídeo no YouTube: