Pão para Hambúrguer sem Glúten, sem Leite, sem ovo!

Bata no liquidificador 1/2 xícara de linhaça (dourada ou marrom) até virar uma farinha (75 g). Coloque de molho em 2 1/2 xícaras de água bem quente por 20 minutos (550 g). Esse gel de linhaça substituirá os ovos.
Meça e peneire os ingredientes secos:
2 xícaras de farinha de arroz branca ou integral (250 g)
3/4 xícara de fécula de batata ou amido de milho (75 g)
3/4 xícara de polvilho azedo (85 g)
3 colheres de sopa de açúcar demerara (35 g)
1 1/2 colher (chá) de sal (6 g)
2 colheres de chá de goma xantana (4 g)
1 1/2 colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo (15 g)

Faça um buraco no meio e coloque os líquidos:

 

3 colheres (sopa) de óleo (35 g)
1 colher (sopa) de vinagre (12 g)
A linhaça que estava de molho

Bata bem com a batedeira com o batedor tipo gancho. Deixe a massa crescer por 20 minutos (coberta com pano) ou até que esteja bem crescida. Abaixe a massa com as mãos e faça 9 pãezinhos. Se você usar luvas de vinil e passar óleo, ficará mais fácil para modelar os pãezinhos. Eu coloquei os pãezinhos numa assadeira de 40 cm de diâmetro, mas pode usar uma de 35 cm que dá certo. Pincele com água e salpique gergelim branco com casca por cima. Deixe crescer por mais 20 minutos. Leve para assar em forno preaquecido por 45 minutos em forno bem quente (250 a 280 graus). Se gostar mais branquinhos os pães, retire antes. Agora, é só rechear do jeito que você mais gosta! Humm!…

Assista ao vídeo e aprenda a fazer hambúrguer vegano!

Pizza na Pedra sem Glúten

Massa fininha e crocante, você vai amar essa receita! Levei quase 2o anos para chegar a esse resultado. Comecei a criar minhas receitas no ano 2.000 e só nesse ano, 2.019, é que fiquei contente com o resultado de minhas pesquisas. E pode ser feita no forno a gás, no forno elétrico ou até mesmo na frigideira. De todas as maneiras fica gostosa, mas na pedra, no forno a lenha, fica maravilhosa! Convidei minha família para gravar esse vídeo, porque todos amam pizza. A cobertura fica a seu critério: com queijo de vaca, de búfala, de ovelha, ou vegano. Recheios você pode variar às dezenas. Doce também fica muito gostosa.

Anotei os ingredientes em gramas e em xícaras, caso você não tenha uma boa balança digital. Os valores são aproximados. No vídeo, fiz 4 vezes essa receita.

 

Ingredientes da massa:

 

250 g de farinha de arroz – 1 3/4 xícara
70 g de farinha de sarraceno – 1/2 xícara
80 g de fécula de batata – 3/4 xícara
15 g de psyllium – 3 colheres de sopa
20 g de flocos de amaranto – 3 colheres de sopa
8 g de fermento – 1 colher de sopa
4 g de sal marinho – 1 colher de chá
6 g de goma xantana – 2 colheres de chá
180 g de ovos – 3 ovos grandes ou 4 pequenos
60 ml de óleo – 1/4 xícara
150 g de água morna – 3/4 xícara

Você pode substituir a farinha de sarraceno por 40 g de polvilho doce (1/3 de xícara) e 30 g de polvilho azedo (1/4 de xícara). Também dá certo e fica um pouco mais crocante.Peneire os ingredientes secos, faça um buraco no meio e acrescente os líquidos. Amasse bem e deixe fermentar por 8 horas em saco plástico fechado. Abra a massa com farinha especial sem glúten (receita do meu primeiro vídeo) ou farinha de sarraceno. Pré-asse a massa, coloque molho, queijo muzarela e recheio a gosto. Fica divina!

 

Molho ao sugo:

Leve para cozinhar:

1 kg de tomates italianos bem maduros
1 cebola média
1 xícara de água
1 punhado de manjericão fresco

 

Adicione 1/2 colher (chá) sal no liquidificador, depois que os tomates estiverem cozidos. Bata bem e passe por uma peneira grossa. Pode acrescentar 1 colher (chá) de açúcar para diminuir a acidez dos tomates.

Assista o vídeo, quem sabe você se anima a abrir uma pizzaria sem glúten…

 

 

 

Macarrão sem Glúten e sem Ovos

Macio, soltinho, esse talharim vai fazer o maior sucesso no seu jantar. Prepare o molho de sua preferência e cozinhe o macarrão na hora de servir, porque ele fica pronto super-rápido! Use sua criatividade e mude o formato do macarrão, ou use essa massa para fazer lasanha, rondelli, canelone, e o que mais desejar. Confira a receita:

Meça e peneire:

2 xícaras de farinha de sarraceno
1 xícara de fécula de batata
1 colher de chá de sal

Misture bem e acrescente:

2 colheres (chá) de goma xantana

Faça um buraco no meio, coloque os líquidos e misture bem:

3 colheres de sopa de azeite
1 xícara de água morna

Abra a massa com auxílio do rolo e corte em formato de talharim.

Se quiser usar ora-pro-nóbis para enriquecer a massa, bata 1 xícara (40 g) de folhas frescas com a água morna da receita no liquidificador. Depois, é só seguir a receita normalmente.

Confira o vídeo:

 

 

 

 

Queijo Vegano Cremoso Tipo Catupiry

Muito fácil de fazer esse queijo cremoso, que você vai usar em outras preparações. Fica muito bom no recheio da pizza, da panqueca, do pastel, ou até mesmo no pão! Aguarde novas receitas salgadas e doces para festas com esse queijo. Para fazer receitas doces, é só retirar o sal. Eu colocaria uma pitada de sal.

Confira o modo de fazer:

Deixe de molho por 6 horas 1 xícara de castanha de caju crua, sem sal, em uma xícara de água.

Despreze a água do molho e bata no liquidificador as castanhas com uma xícara de água. Bata por 1 minuto, para moer bem.

Acrescente:

1 xícara de inhame cozido

1 xícara de água mineral ou filtrada
1 colher (chá) de sal marinho
1 colher (sopa) de açúcar demerara (opcional)
1 colher (sopa) de levedura nutricional (opcional)
2 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de suco de limão
1/2 xícara de polvilho doce

 

Bata bem e leve ao fogo para cozinhar por alguns minutos. Agora é só esperar esfriar e colocar em manga de confeitar. As crianças vão amar a ideia, fica igual Catupiry!

Confira a receita passo-a-passo no vídeo:

 

 

 

Pastel de Feira sem Glúten

Às vezes não bate aquela vontade terrível de comer um pastel de feira, e não acha sem glúten para comprar?

Acabou-se o problema: faça essa receita e nunca mais passará vontade de comer pastel de feira!

Meça e peneire os ingredientes secos:

1  ¾ (xícara) de farinha de arroz
½ de fécula de batata
1/3 de polvilho doce
3 colheres (sopa) de polvilho azedo
3 colheres (sopa) de amaranto em flocos
3 colheres (sopa) de psyllium
1 colher (chá) de sal marinho
1 colher (chá) de goma xantana
1 colher (chá) de CMC
1 colher (sopa) de fermento biológico seco instantâneo

Misture bem, faça um buraco no meio e acrescente:

2 colheres (sopa) de cachaça¼ (xícara) de óleo de girassol
3 ovos na xícara (complete até 240 ml com água morna)
1/4 xícara de água “quentinha”  (antes do ponto de fervura)

Misture tudo rapidinho e sove.
Deixe repousar de 8 a 12 horas em temperatura ambiente, num saco plástico bem fechado.

Abra com auxílio do rolo em superfície enfarinhada com farinha especial Chef Sandra.

Corte no formato desejado, recheie a gosto, pincele as bordas com água e aperte com garfo. Frite em óleo de girassol.

Coloque para secar em papel absorvente e sirva em seguida.

Gente, fica divino!

Confira vídeo no YouTube:

Bolo Salgado de Milho


Esse bolo salgado de milho funciona como pão. 
É uma tentativa de resgatar uma receita que 
minha mãe Shirley fazia para quando eu era criança.
É muito fácil de fazer, mas o seu forno precisa ter potência,
senão ele pode abaixar. Vamos tentar fazer?
Meça os ingredientes secos, peneire e misture bem:
1 xícara de farinha de arroz
1 xícara de fécula de batata
1 xícara de farinha de milho média (fubá)
2 colheres (chá) de sal
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de sementes de erva-doce
1 colher (chá) de goma xantana
1 colher (sopa) de fermento químico em pó
Faça um buraco no meio e acrescente:
3 ovos
1/2 xícara de óleo de arroz ou girassol
2 xícaras de água morna
Bata bem com a batedeira e leve para assar em forma grande  com buraco no meio, untada e enfarinhada com fubá. 
Forno bem quente, 200 ºC, durante cerca de 35 minutos, ou até que um palito espetado no bolo saia limpo. 
Excelente para comer quentinho, com manteiga ou geléia!
Fica uma delícia!

Empadão

Essa receita pode ser usada para fazer empadinhas. Fica perfeita!
Meça, peneire e misture bem em uma tigela:
1 xícara de farinha de arroz
1 xícara de fécula de batata
1/2 xícara de polvilho azedo
1/2 xícara de polvilho doce
2 colheres (chá) de goma xantana 
1 colher (chá) de sal marinho
Acrescente:
1 ovo gelado
1/2 xícara de gordura de coco ou palma
água gelada
Amasse bem e deixe descansar por 30 minutos. Abra em assadeira untada e enfarinhada.
Prepare o recheio:
Refogue cebola, acrescente tomate, e depois palmito picado. Coloque frango cozido e desfiado, azeitonas e salsinha. Engrosse com farinha de milho biju. Recheie o empadão, cubra e pincele com gema. Leve para assar em forno pré-aquecido
 a 200 ºC por 40 minutos.

Coxinhas de aipim sem glúten


Cozinhe 500 g de aipim e reserve.

Cozinhe um peito de frango com osso em 1 litro de água, com uma cebola picada (pode ser desidratada), 1 colher (chá) de sal marinho e um ramo de alecrim. Não deixe cozinhar muito. Coe e reserve o caldo. Desfie o frango.

Doure uma cebola média ralada em óleo e acrescente o frango desfiado sem adicionar água. Acerte o sal, e se desejar, coloque pimenta, extrato de tomate, salsinha e cebolinha picadas.

Bata o aipim no liquidificador com o caldo do frango. Acerte o sal.

Acrescente ao aipim aproximadamente 3 xícaras de farinha de arroz e leve ao microondas, ligando de 5 em 5 minutos, mexendo em cada vez até dar o ponto de massa de abrir.
Você pode dar o ponto na panela, mexendo com colher. A massa fica bem pesada.
Modele as coxinhas (coloque óleo nas mãos), recheie e feche. Molhe em água as coxinhas, depois passe na farinha de milho média (fubá mimoso não fica bom) e frite com óleo quente suficiente para cobri-las. Coloque em papel absorvente e sirva a seguir. Fica muito boa!

Torta Salgada de Linguiça Blumenau

Unte e enfarinhe uma forma retangular de 27×40 cm,
cubra o fundo com fatias de pão sem glúten e reserve.

Bata no liquidificador:

2 ovos
2 xícaras de água
1/4 xícara de óleo
1 xícara de farinha de arroz
1/2 xícara de fécula de batata
2 colheres (sopa) de cebola desidratada
1 colher (chá) de sal marinho
1/2 colher (chá) de goma xantana
1 colher (chá)  de fermento em pó

Verta essa mistura sobre as fatias de pão. Retire a casca de um 
gomo de linguiça Blumenau e esmigalhe-a sobre a torta. 
Salpique orégano, e se gostar, azeitonas picadas.
Leve para assar em forno quente (225 ºC) com a grade
no meio do forno, sem dourador, por cerca de 40 m. 
Ligue o dourador no final, se necessário. Você pode substituir
a linguiça Blumenau por linguiça calabresa, frango, carne moída,
atum, legumes… Fica muito boa essa torta!